Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Um dia de acampamento rende clipe divertido do Grillo e os Mosquitos 

Uma tentativa de acampamento recheada de situações adversas e engraçadas. É sobre isso que trata o clipe “Traz o Repelente”, do power trio Grillo e os Mosquitos (Florianópolis-SC). O clipe inova ao trazer a sincronização do storytelling com o arranjo da música, como se notas e ações fossem uma coisa só. Com influências que vão do jazz e da música brasileira, o trio também encontra base no funk fusion, impossibilitando ficar parado ao ouvir a banda tocar. O clipe de “Traz o Repelente” é uma parceria com a produtora audiovisual Lavah Produções, de Florianópolis. O single já se encontra disponível nas principais plataformas de streaming.

“A história do clipe teve origem a partir de uma discussão sobre o título da música (Traz o repelente) e o nome da própria banda (Grillo e os Mosquitos), elementos de um mesmo universo que poderiam ou não conversar de maneira harmônica. Então, por meio de alguns processos criativos propostos pela produtora, construímos um roteiro que envolve os três integrantes em uma tentativa de acampamento com situações adversas e divertidas”, explica o baterista Gustavo Grillo.

Gravado na Fazenda João Basila, em Ratones, área rural de Florianópolis, o clipe marca um novo momento do trio Grillo e os Mosquitos, em que a banda coloca em prática as propostas musicais levantadas durante toda a pandemia. Este single e os próximos são resultado de conversas, encontros e pesquisas musicais e revelam a aproximação entre a música brasileira e ritmos como o rock e o funk.

“O clipe vem como cartão de visitas da banda para o mundo: é onde os rostos e personalidades dos integrantes serão apresentados de uma maneira divertida e potente, assim como é o som do trio. Nosso propósito é levar a música instrumental para os mais diversos públicos e espaços”, afirma Gustavo Grillo.

O trio instrumental Grillo e os Mosquitos, de Florianópolis, é formado pelos músicos João Peters (baixo), Pedro Germer (guitarra) e Gustavo Grillo (bateria). O projeto nasceu em 2016 pela vontade de se reunirem para tocar seus temas preferidos e improvisar em cima deles. É na relação não-verbal que acontecem os momentos definidores do som do trio, em que o engajamento entre os músicos e a plateia dá vida e movimento às ideias musicais apresentadas. As composições autorais perpassam os variados estilos brasileiros, mesclando com o rock e o blues em um caldeirão de referências. 

  • https://stm16.xcast.com.br:7334/