Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

S.E.T.I. reflete sobre o autoconhecimento como forma de libertação no single “Memorial de Vento”

Canção estará no próximo álbum do duo

S.E.T.I. mergulha em questões de identidade e autoconhecimento na sua nova canção, “Memorial de Vento”. O duo de synthpop e dream pop aparece mais solar e trata sobre dilemas modernos em sua nova faixa. Mais um gostinho do álbum “Vivo”, a ser lançado em breve.

Sem abrir mão dos tons oníricos das composições, Roberta Artiolli (voz e synths) e Bruno Romani (guitarra, baixo e programação) aparecem mais coloridos e dançantes na nova canção. Não por acaso, essa vibração permeia o próximo álbum, que marca os 10 anos de S.E.T.I.

“O direcionamento mais pop deixa claro onde queremos chegar com o novo disco: mostrar que estamos vivos, deixar um pouco de lado a melancolia. Em termos de influência, ‘Memorial de Vento’ bebe claramente dos sons mais farofeiros de New Order, Duran Duran e A-ha. A proposta do disco, de maneira geral, é olhar essas fontes dos anos 1980”, resume Bruno.

Depois de abraçar o contraditório no single anterior, “Perder É Ganhar”, em “Memorial de Vento” os artistas questionam: “Quem sou eu? / Qual o mistério? / O que faz eu me render?”, para concluir logo em seguida: “Você já vai / Eu me jogo ao vento / Você já vai / Eu nem perco tempo”. Da dúvida, brotam segurança de si e pertencimento.

TQ SÃO PAULO 04.06.2022 CULTURA / MUSICA / VARIEDADES Retratos dos músicos Bruno Romano e Roberta Artiolli da Banda S.E.T.I. que lançam juntos do Disco “Vivo”. FOTO: Tiago Queiroz / DIVULGAÇÃO

“A letra fala de alguém que buscava entender a si mesmo diante das dúvidas que o outro causava . Com o tempo, veio o sentimento de libertação e a percepção da falta de necessidade desse entendimento. O alívio que isso causa é imediato já que, de verdade, não precisamos nos provar para ninguém”, completa Roberta.

Enquanto no disco “Supersimetria” (2018) os temas eram políticos e sociais, agora o duo abraça temáticas intimistas sob uma perspectiva mais otimista – é também um contraponto ao EP “Êxtase” (2015). “Vivo” irá apresentar a banda de maneira inédita e ainda muito curiosa por descobertas.

  • https://stm16.xcast.com.br:7334/