Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Centro de Apoio à Diversidade (CAD) Limeira retoma suas atividades no município

Além de celebrarmos o dia 17 de maio, instituído como o Dia Municipal de Combate à Homofobia/LGBTfobia, em Limeira, que partiu da articulação do Centro de Apoio à Diversidade com as instituições públicas, está também será uma data importante para o movimento social organizado na cidade, onde serão retomadas as atividades de militância, conscientização, prevenção, cursos na área dos Direitos Humanos, Cultura, Educação e Saúde para a população de Limeira.
 
A história do CAD – Limeira é baseada na luta pelos direitos humanos, compreendendo a realização de semanas de conscientização, participação e promoção de eventos públicos e privados, difusão de saberes e conhecimentos em faculdades e universidades, tendo como eixo estruturante a luta e a história do movimento social LGBTQIA+.
 
Laércio Baraldi, à frente das atividades do CAD, explica que um dos objetivos do movimento é a conquista de sua própria sede e assim retomar os atendimentos à população mais vulnerável em serviços de psicologia, Serviço Social, realização de cursos, oficinas, entre outros. 
 
“O CAD- Limeira, embora tendo como seu carro chefe, vai além do movimento LGBTQIA+, defendemos e atuamos na perspectiva de uma agenda ampla pelos Direitos Humanos, assim englobamos outros seguimentos da população, como terceira idade, pessoas com deficiências, combate ao racismo, população indígena, entre outros grupos estigmatizados.
 
Na manhã de hoje (13 de maio), em reunião com a vereadora Isabelly Carvalho (PT), uma mulher Trans e com papel fundamental para o movimento LGBTQIA+ e para a história da democracia da cidade, realizamos levantamentos e debatemos ideias e propostas, além de uma discussão intensa sobre o combate à pandemia e seus impactos.
  • https://stm16.xcast.com.br:7334/