Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Gusttavo Lima fica com R$ 600 mil já pagos de show cancelado, diz contrato

Por contrato, a empresa de Gusttavo Lima tem direito a ficar com R$ 600 mil já pagos ao cantor pelo show cancelado na cidade de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais.

Isso porque uma das cláusulas do documento, obtido por Splash via Portal da Transparência da prefeitura da cidade, prevê multa de 50% da nota fiscal faturada — de R$ 1,2 milhão — em caso de suspensão ou rescisão do contrato.

Ontem, a prefeitura da cidade anunciou que tinha cancelado a apresentação, que aconteceria em 20 de junho de 2022, por conta da repercussão do cachê exorbitante pago ao artista.

A polêmica cresceu ao ser revelado que o mesmo valor — tirado da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais — poderia ter sido destinado às áreas de educação, saúde ou infraestrutura da cidade.

No ato do contrato, assinado em 11 de abril, Gusttavo Lima já havia recebido 50% do cachê. O restante seria pago até cinco dias antes da apresentação. Com o cancelamento, ele não precisará devolver esse valor.

Procurada pela reportagem, a assessoria do cantor ainda não se pronunciou.

Acompanhe todas as notícias do mundo da música, cultura pop, famosos, televisão, entrevistas e muito mais.
  • https://stm16.xcast.com.br:7334/