Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Feira da Música GR6, encerra com chave de ouro e recebe o prefeito de São Paulo Ricardo Nunes

Na última semana, a GR6 abriu as portas da sede em São Paulo para o público e promoveu a 3ª edição da Feira da Música, reunindo os maiores produtores da música urbana como funk, trap, rap, piseiro, pagode e samba do Brasil.

De 19 a 23 deste mês, a maior produtora de música urbana da América Latina recebeu os maiores players da indústria fonográfica brasileira e mundial, além do casting para abordar temas como inovação e criatividade.  

Na edição comemorativa, quem passou pela feira teve a oportunidade de conferir uma exposição sobre os 10 anos da empresa. Dividida em quatro momentos, o “passeio” mostrou fotos e vídeos ao longo da trajetória da companhia, além de ilustrar, com maquetes, os primeiros eventos realizados.

Rodrigo Oliveira recebeu a presença do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o vereador Isac Felix, o Deputado Federal Antônio Carlos Rodrigues, Aline Torres (secretária de cultura), Rodolfo Marinho (Secretário de Turismo) e Assuero Caetano (empresário).  

O prefeito almoçou na sede da empresa onde pode conhecer os projetos que a GR6 realiza, podendo falar da importância da música urbana na cidade de São Paulo, como geração de renda que o movimento tem trazido para as periferias.

Sucesso absoluto, o projeto teve a visita dos artistas Evandro Fioti, MC Ryan, Hariel, Mc Livinho, Mc Marks, Salvador da Rima, Rodriguinho, Netinho de Paula, Bruno Diegues (ex vocalista Jeito Moleque, Mc Livinho, DJ Ronald, Kevin o Chris, Neguinho do Kaxeta, Dj GBR, entre outros. 

Os líderes da indústria fonográfica não ficaram atrás e marcaram presença. Renê Lavra, Bruno Batista, Wilson Lannes (Sony Music), Jaime Costa (Believe Records), Sergio Afonso (ex-presidente Warner Music, Leila Oliveira (presidente Warner Music, Marcelo Castelo Branco (presidente UBC, Marcelo Soares (presidente da Som Livre, Paulo Lima (presidente Universal Music, Miguel Carrielo (presidente da Virgin), Ian Bueno (Head da Sinfonic), Renata Gomes (Ingrooves), entre outros grandes nomes do cenário musical como diretores do Youtube, Amazon, Spotify.

A presença rendeu bons frutos e, durante a celebração, quatro contratos foram firmados. MC Marks e IG The Rapper assinaram com a Warner Music Brasil, enquanto MC Davi passou a fazer parte da gravadora Believe Record. Já Ryu the Runner agora faz parte da Som Livre.

Rodrigo Oliveira, presidente da GR6 enfatiza que foi uma semana de trabalho intenso, onde batemos nossos próprios recordes produzindo 1.000 fonogramas durante esses 5 dias de Feira da Música, recebendo grandes nomes, figuras importantes do nosso país como: presidentes da Moet Hennessy, diretor da Chivas, presidente da Shure, várias marcas, vários parceiros da indústria fonográfica, presidentes de todas as gravadoras multinacionais, artistas renomados de vários segmentos.  “Assinamos contratos importantes com nosso casting, tudo isso aumenta nossa responsabilidade e ao mesmo tempo enaltece nosso propósito e indica que estamos no caminho certo. Quem diria que chegaríamos tão longe, vindo da Zona Norte, berço da maioria dos nossos artistas e poder receber e proporcionar trabalho, acreditar na potência que a periferia tem.É um orgulho e uma alegria imensa ver que furamos a bolha mesmo com tanta resistência, ver a música urbana sendo respeitada como merece. Estiveram por aqui também grandes potências do mercado financeiro como Banco BTG, Banco Safra, Itaú, Santander, isso é muito orgulho pra nós que vivemos o dia a dia da música urbana e estamos conectados o tempo todo com a periferia e podendo mudar vidas através da música e para encerrar a visita do prefeito Ricardo Nunes nessa tarde tão especial pra gente, só tenho agradecer a todos que por aqui passaram e principalmente a todo nosso time GR6 que fazem acontecer com amor e muita dedicação”, finaliza Rodrigo. 

Novos hits

15 estúdios operaram a todo vapor simultaneamente dentro do complexo GR6, na zona norte da capital paulista. Ao todo, foram produzidos 1.000 fonogramas. O rapper e conselheiro da GR6 Ice Blue ministrou um workshop de mix e master para os djs que estiveram presentes na feira. 

Educação 

Visando sempre profissionalizar as crias, a Feira da Música promoveu palestras sobre o universo da música. A Sony detalhou sobre direitos autorais, enquanto a Som Livre deu dicas sobre Marketing.

Projetos sociais 

Pensando no bem-estar e desenvolvimento dos crias, a GR6 recebeu jovens periféricos em uma visita socioeducativa. Após conhecerem a casa, os adolescentes tiveram a oportunidade de trocar figurinhas com artistas do casting. 

Para Bruno Ramos, coordenador de responsabilidade social da gravadora, “a proposta é proporcionar um ambiente de aprendizado, além de fazê-los compreender como funciona a cadeia produtiva do funk – seja na parte criativa ou na veiculação de uma emissora de rádio, televisão ou no digital”.

O projeto social conta com apoio da ONG Ação Educativa, responsável por realizar atividades de formação e apoio a grupos de educadores, jovens e agentes culturais. 

“Com a presença de jovens engajados, a atividade poderá ser compartilhada nos locais de origem [dos jovens] por meio da produção de conteúdos para a internet, além de relatos em reuniões e encontros”, detalha Eleilson Leite, coordenador da associação.

Reconhecimento

Rodrigo Oliveira, founder e CEO da GR6, foi homenageado com o Conjunto de Medalhas Pedro Ernesto, da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, por sua luta pela saúde pública. A entrega da condecoração foi feita pela vereadora vice-presidente da Câmara Municipal do Estado, Tânia Bastos. 

A Medalha de Mérito Pedro Ernesto é a principal homenagem que o Rio de Janeiro presta a quem se destaca na sociedade brasileira ou internacional. 

“Esta é uma homenagem justa, concedida a um profissional dedicado, que há tantos anos desempenha um papel de grande importância na música e no incentivo a jovens periféricos de todo país”, ressalta a parlamentar.

“O funk mudou a minha vida. Hoje, estamos aqui para mudar a vida dessa rapaziada da periferia, para que eles não desistam dos seus sonhos e acreditem que a música salva vidas, e que o propósito da GR6 é dar oportunidade e chegar onde muitos não chegam. Para nós, é uma honra esse reconhecimento, pois temos um trabalho intenso por todo o país e o Rio de Janeiro, que é o berço do funk, poder nos abraçar, isso é uma vitória para a música e para os jovens de todo o país”, comenta Rodrigo.

  • https://stm16.xcast.com.br:7334/